Moeda em espécie, cartão pré-pago ou cartão de crédito? Qual a melhor opção?

September 5, 2016

 

Este não é um tema novo mas que ainda deixa muitos turistas na dúvida no momento de adquirir moeda estrangeira. Mesmo com a lenta valorização do real frente as demais moedas vista nos últimos meses, poupar na viagem ainda é uma preocupação da maioria dos turistas.

 

 Cartão de crédito:

 

O dólar cobrado pelos cartões de crédito pelas compras feitas no exterior são todos iguais, certo? Errado! Cada administradora/banco adota um critério de cálculo. Algumas se pautam na cotação do dólar comercial, outras, na do dólar turismo. A regulamentação oficial não determina como a cobrança deve ser calculada, apenas que a metodologia seja informada no contrato do cartão, instrumentos que poucas pessoas têm o hábito de ler.

 

Ao realizar a despesa em dólar num determinado dia, você só vai descobrir quanto será a cotação do dólar que terá de pagar no momento em que fechar a fatura. Pode ser que você dê sorte e o dólar caia. Mas e se o dólar subir?

 

Considerando a lei de Murphy, quais são as chances de você pagar menos?!

 

Imposto - IOF: 6,38%

 

 

Cartão pré-pago:

 

Os cartões pré-pagos já são conhecidos pela maioria dos turistas. Para aqueles que preferem ter os gastos da viagem sob controle o cartão pré-pago pode ser uma boa opção, já que a taxa de câmbio é negociada no momento da carga/recarga e não sofrerá com as imprevisíveis oscilações do mercado. 

 

Com o cartão pré-pago é possível sacar dinheiro em caixas eletrônicos e realizar pagamentos nos estabelecimentos comerciais.

Uma das vantagens do cartão pré-pago multimoedas é que ele pode ser carregado em até seis diferentes moedas (Dólar Americano Euro, Libra Esterlina, Dólar Canadense, Dólar Australiano e Dólar Neozelandês), evitando assim taxas de conversões normalmente cobradas pelos demais cartões.

 

Se algum amigo pedir para você trazer aquele perfume ou um iphone, basta ele recarregar seu cartão e você evitará comprometer o limite do seu cartão de crédito.

 

Imposto - IOF 6,38%

Moeda em espécie:

 

A moeda em espécie é de longe a opção mais procurada pelos turistas, já que sobre ela incide a menor alíquota de imposto (IOF 1,1%) fazendo com que seu preço seja, geralmente, o menor dentre as opções acima.

 

 
Embora esta seja a opção mais procurada, levar somente a moeda moeda em espécie na sua viagem pode se tornar um grande problema, já que dinheiro vivo não tem "seguro".  Além disso, caso você tenha errado nos cálculos de gastos poderá ficar sem recursos antes do final da viagem.

 

 

Se optar por levar a maior parte dos recursos em espécie, tenha sempre um cartão pré-pago ou de crédito para utilizar em caso de emergência. Imprevistos acontecem e estar preparado para eles fará com que sua viagem não se torne um pesadelo.

 

Imposto - IOF 1,1% 

 

Então, qual a melhor opção?

 

Sinceramente, acreditamos que não exista uma única melhor opção para todos, já que isto dependerá de alguns fatores pessoais como:

 

- Você se sente a vontade em levar um certo volume de dinheiro na carteira?

- Seu cartão de crédito possui o limite necessário para cobrir as reservas de hotel e demais gastos?

- Você está disposto a correr risco em relação às oscilações do dólar?

- O destino de sua viagem aceita cartão como forma de pagamento?

 

Para finalizar, elaboramos um quadro com algumas vantagens e desvantagens de cada opção:

 

  

 

 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Cartão de Crédito na Europa? Cuidado com a "dupla conversão"

May 5, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga